Sonhos de Bébé

Sonhos e desejos de uma mãe



quarta-feira, junho 28, 2006

Sinais de perigo durante a gravidez

Sinais de perigo durante a gravidez

Durante todo o período da gestação, ocorrem mudanças significativas no corpo e no estado de espírito da futura mãe. Devido a acções hormonais, a gestante fica muito mais sensível, e ligar para o obstetra várias vezes por semana é comum.

Mas conforme a gestação vai evoluindo, o desconforto tende a diminuir e a gestante volta a sentir muita energia. Muitas gestantes então, param de ligar para seus médicos e começam a ter uma vida mais activa.

Em alguns casos, elas preferem tentar resolver os problemas sozinhas a "incomodar" seus obstetras.
Esse é um erro fatal. O obstetra é um médico preparado e acostumado a identificar tantos problemas simples como graves, e infelizmente alguns casos GRAVES começam de maneira bem SIMPLES.

Por isso é importante comparecer a todas as consultas do pré-natal e estar sempre em contacto com seu obstetra.

Existe porém, alguns sinais de perigo que devem ser relatados IMEDIATAMENTE ao médico, confira:

* Sangramentos vaginais em qualquer época da gestação. Se houver uma hemorragia indolor, dirija-se imediatamente ao hospital (pode ser um caso de placenta prévia ou descolamento da placenta), de lá ligue para o seu médico.

* Inchaço no rosto e nos olhos, principalmente se for de um dia para o outro, ou em poucas horas. A inchação das pernas e tornozelos é normal durante a gestação, mas se pela manhã seus tornozelos permanecem inchados, comunique ao seu médico.

* Forte dor abdominal, especialmente se for constante, não importa o local ou o tempo de gestação. É mais séria se estiver associada a náuseas, vómitos. E menos séria se estiver acompanhada de repentinos ataques de diarreia.

* Temperatura acima de 39C, principalmente se estiver associada a tremores.

* Ardência na hora da fazer xixi, ou ao terminar.

* Ruptura da "bolsa" com perda de líquido. É um sinal evidente de que chegou a hora do parto. Se o bebé estiver em uma posição anormal (revelada por um ultra-som anterior) é uma emergência, vá ao hospital imediatamente.

* Após a 26 semana de gestação, se não houverem movimentos fetais por mais de 8 a 10 horas, especialmente nos horários em que o feto costumava estar mais activo.

* Suspeita de contacto com doenças virais (especialmente rubéola, sarampo, etc.).

Felizmente, muito dos problemas relacionados a gestação, podem ser resolvidos quando diagnosticados rapidamente. E cada vez mais, mãe e filhos são salvos e passam bem, graças ao pronto atendimento e cuidado médicos.

Mas para isso, é preciso COMPARECER A TODAS AS CONSULTAS DO PRÉ-NATAL, e estar sempre EM CONTATO COM SEU OBSTETRA. Boa sorte!



1 Comments:

Enviar um comentário

<< Home